Novas Tecnologias
Internet%203.jpg

Fica difícil dizer precisamente quando foi exatamente que toda transformação do uso da Internet começou.
O que realmente conta, agora, é que as inovações surgem a uma velocidade jamais vista. Enquanto o telefone levou 74 anos para conquistar os seus primeiros 50 milhões de usuários, a World Wide Web atingiu essa marca em apenas quatro anos.
Imagine a seguinte situação: Presa no trânsito e atrasada para chegar em casa, uma executiva acessa a Internet pelo painel de carro a aciona remotamente o micro-ondas de casa, colocando uma lasanha para esquentar. A cena descrita deve vir a se tornar realidade em um futuro muito mais próximo do que imaginamos. Os eletrodomésticos, como TV, geladeira e o citado micro-ondas, são o próximo alvo dos principais fabricantes de microchips para computadores. A razão do interesse é a possibilidade de se criar, em breve, uma rede doméstica em que todos os aparelhos vão estar ligados entre si e, o mais importante, conectados à Internet. Segundo o gerente de projetos da Sun do Brasil, montar uma rede de eletrodomésticos é uma realidade cada vez mais próxima.
Já surgem no mercado protótipos de eletrodomésticos com funções de PC. A NCR desenvolveu o Microwave Bank, um forno de micro-ondas que navega pela Internet. O equipamento ainda traz recursos de segurança como reconhecimento de voz e até a impressão digital, além das tradicionais senhas. A ideia do produto é permitir que uma dona de casa, por exemplo, planeje uma receita em um site na web, faça compras online e tenha os produtos entregues na porta de casa. E quando quiser renovar a dispensa, basta passar o código de barras do produto escolhido na leitora de infravermelho para ele ser incluído na lista de compras. O dono do equipamento ainda pode enviar e-mails apenas ditando as mensagens para o sistema ativado por voz do micro-ondas.
Dentre as novas tecnologias, está a possibilidade de sentir cheiros através do computador. O sintetizador de aromas produzido pela DigiScents chama-se ismell e é controlado por um software de nome ScentStream. A versão inicial de testes poderá gerar centenas de cheiros básicos que, combinados, são capazes de criar um número de 2128 odores.
Promissora e gradativamente difundida é a tecnologia Bluetooth. O chip com sistema de transmissão de dados por ondas de rádio em um raio que varia de 10 a 100 metros vai custar cerca de US$ 5. Com isso o consumidor vai poder ter uma câmera digital que vai transmitir as imagens para para o seu computador sem precisar de um cabo, vai ser necessário apenas ter um aparelho do lado do outro.
O computador vai poder usar a linha do celular para se conectar à Internet, sem precisar de qualquer cabo conectado um ao outro. Até o portão da garagem vai poder ser aberto pelo celular com essa tecnologia.
A estrutura atual da Internet não comporta mais a quantidade de dados cada vez maior que trafega pelo emaranhado de linhas telefônicas que compõem a Rede. Como possível solução para essa questão, existe a Internet 2. Trata-se da próxima geração da rede mundial de computadores, que está em fase de testes em todo o mundo e deve estrear comercialmente no Brasil nos próximos anos. Estamos falando de uma rede dez mil vezes mais rápida.
A Internet permite a criação de novas aplicações e tecnologias que facilitam a vida das pessoas. Esse é o caso da tecnologia VoIP, que possibilita fazer ligações pela Internet.
O nosso cotidiano nunca mais será o mesmo, a cada dia novas tecnologias se tornam mais acessíveis para um número cada vez maior de pessoas. Coisas antes só vistas em filmes de ficção estão se tornando realidade, e revolucionando nossas vidas.
Novas Tecnologias de Informação e Comunicação
São consideradas NTICs, entre outras:

  • Os computadores pessoais;
  • As câmeras de vídeo e foto para computador;
  • A gravação doméstica de CD e DVD;
  • A telefonia móvel;
  • TV por assinatura;
  • TV a cabo;
  • Correio eletrônico;
  • Internet;
  • Os websites e home pages;
  • O streaming;
  • A captura eletrônica ou digitalização de imagens;
  • O vídeo digital;
  • O cinema digital;
  • As tecnologias de acesso remoto;
  • Wi-Fi;
  • Bluetooth;
  • RFID;
  • EPVC.

Interatividade

As novas tecnologias, relacionadas a uma revolução informacional, oferecem uma infraestrutura comunicacional que permite a interação em rede de seus integrantes.

Novas Tecnologias e o Re-encantamento Do Mundo

net08.jpg

O fascínio pelas tecnologias

A máquina a vapor, a eletricidade, o telefone, o carro, o avião, a televisão, o computador, as redes eletrônicas contribuíram para extraordinária expansão do capitalismo, para o fortalecimento do modelo urbano, para a diminuição das distâncias, mas, não são as tecnologias que mudam a sociedade, mas a sua utilização dentro do modo de produção capitalista, que busca o lucro, a expansão, a internacionalização de tudo o que tem valor econômico.
As tecnologia viabilizam novas formas produtivas. As redes de comunicação permitem o processo de distribuição “just in time”, em tempo real, com baixos estoque. Permitem a produção compartilhada, o groupware, permitem o aparecimento do tele-trabalho, poder estar conectado remotamente à rede da empresa e a outros setores, situados em lugares diferentes.
A rede internet foi concebida para uso militar e continua sendo uma rede para uso militar. Também continua sendo utilizada para pesquisa no mundo inteiro. Mas agora existe também para todo tipo de negócios e formas de comunicação.
É possível criar usos múltiplos e diferenciados para as tecnologias. Nisso está o seu encantamento, o seu poder de sedução. Há um novo re-encatamento pelas tecnologias porque participamos de uma interação muito mais intensa entre o real e o virtual. Há um novo re-encatamento, porque estamos numa fase de reorganização em todas as dimensões da sociedade, do econômico ao político; do educacional ao militar.

Mudanças que as tecnologias de comunicação favoreçam

Cada tecnologia modifica algumas dimensões da nossa inter-relação com o mundo, da percepção da realidade, da interação com o tempo e o espaço. Antigamente o telefone interurbano era usado para casos extremos. Com o barateamento das chamadas, falar para outro estado ou país tornou-se mais habitual, e ao acrescentar o fax ao telefone ficou ainda melhor.
O telefone celular vem dando-nos uma mobilidade inimaginável alguns anos atrás. Posso ser alcançado, se quiser, ou conectar-me com qualquer lugar sem depender de ter um cabo ou rede física por perto.
A tecnologia de redes eletrônicas modifica profundamente o conceito de tempo e espaço. Posso morar em lugar isolado e estar sempre ligado aos grandes centros de pesquisas, às grandes bibliotecas, aos colegas de profissão, a inúmeros serviços. Para atualizar-me profissionalmente posso acessar cursos à distância via computador, receber materiais escritos e audiovisuais pelo www.
A partir de agora, só sairemos quando acharmos conveniente, mas não para fazer coisas externas por obrigação.
Cada inovação tecnológica bem sucedida modifica os padrões de lidar com a realidade anterior, muda o patamar de exigências do uso. Com o aumento do número de câmeras, torna-se normal mostrar, no futebol, voleibol ou basquete, a mesma cena de vários ângulos diferentes.
Uma mudança significativa que vem acentuando-se nos últimos anos é a necessidade de comunicar-nos através de sons, imagens e textos, integrando mensagens e tecnologias multimídias.
Com o aperfeiçoamento da realidade virtual, simularemos todas as situações possíveis, exacerbaremos a nossa relação com os sentidos, com a intuição.

Tecnologias na educação

As tecnologias de comunicação não mudam necessariamente a relação pedagógica. As tecnologias tanto servem para reforçar uma visão conservadora, como uma visão progressiva.
As tecnologias de comunicação não substituem o professor, mas modificam algumas das suas funções, permitem um novo encantamento na escola, possibilita que que alunos conversem e pesquisem com outros alunos da mesma cidade, país ou do exterior. Alunos e professores encontram inúmeras bibliotecas eletrônicas, revistas on line, muitos textos, imagens e sons. O processo de ensino-aprendizagem pode ganhar assim um dinamismo, inovação e poder de comunicação inusitados.
O re-encantamento, em grande parte, vai depender de nós mesmos, na capacidade em tornar-nos pessoas plenas, num mundo em grandes mudanças e que nos solicita a um consumismo devorador e pernicioso.

net07.jpg